O que são cópias e traslados de uma tradução juramentada? - José Henrique Lamensdorf - translation - tradução

Go to content

O que são cópias e traslados de uma tradução juramentada?

PORTUGUÊS > JURAMENTADA

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE
CÓPIAS E TRASLADOS DE
TRADUÇÕES JURAMENTADAS



É comum surgirem perguntas sobre uma parte pouco regulamentada das traduções juramentadas: as cópias e os traslados.

Meu objetivo aqui será esclarecer a respeito e expor como eu procedo com relação a elas no que não foi regulamentado.

As perguntas respondidas nesta página são as listadas a seguir.
Para ver a resposta, clique na pergunta. Para retornar, use o botão "TOP" no canto inferior direito da tela.
Alternativamente, pode rolar a tela, pois todas as perguntas e respostas ficam permanentemente abertas.



1. O que a lei define como cópia e traslado de uma tradução juramentada?

CÓPIA é uma tradução juramentada adicional idêntica à primeira tradução juramentada, solicitada e entregue junto com ela.

TRASLADO é uma tradução juramentada solicitada e fornecida posteriormente à primeira tradução juramentada de um certo documento.

Os regulamentos de todas as Juntas Comerciais estabelecem que cada cópia deve custar 20% do preço da tradução juramentada. Também definem que um traslado deverá custar 50% do que custaria a mesma tradução (pelo número de laudas) na época.

Isso é tudo o que a legislação diz a respeito.

De resto, a única coisa relevante aqui é que o Tradutor Público e Intérprete Comercial tem a obrigação de guardar cópias de todas as traduções juramentadas que fizer. Não se fala nada a respeito dos originais.


2. Para que serviriam as cópias? Pode dar um exemplo com versão juramentada para língua estrangeira?

Vamos supor que você tenha se formado no Brasil, e resolva se candidatar simultaneamente a cursos de pós-graduação no exterior em três universidades diferentes. Cada uma delas irá querer a versão juramentada do seu diploma e do histórico acadêmico.

Você pede uma versão juramentada e mais duas cópias. Isso irá lhe custar o preço de uma versão mais 2 x 20% desse valor.

Isso não é regulamentado, mas as minhas cópias seriam idênticas à tradução original. Se for anexar cópias autenticadas à tradução, precisará me fornecer, neste exemplo, três cópias autenticadas. Se forem cópias simples, eu mesmo posso fazer.

Nada nessa versão indica que foram feitas outras cópias; isso só aparece no recibo. Uma universidade não terá como perceber, a partir de uma tradução, que você está se candidatando em outras.


3. Ainda as cópias... Pode dar um exemplo com tradução juramentada para o português?

Vamos supor que uma sentença de divórcio ou um testamento do exterior determine a transferência de titularidade de várias propriedades no Brasil. Você terá de entrar com processos em locais diferentes, cada um deles instruído pela respectiva tradução juramentada do documento original.

O restante é igual ao caso anterior.


4. Posso usar cópias reprográficas da tradução, autenticadas em cartório, em lugar de cópias/traslados emitidos pelo tradutor?

Deve sair bem mais em conta, mas quem decide se são aceitáveis é a entidade ou o órgão onde você irá entregar cada uma delas.

Observe que a lei das traduções juramentadas é de 1943, e a primeira Xerox foi lançada nos Estados Unidos em 1949. Havia a fotocópia, porém não sei como era a comparação de custos na época.


5. Que tipo de originais devo fornecer ao pedir uma tradução juramentada com mais cópias?

Veja a questão dos originais nesta página.

Se quiser que eu traduza do original, e carimbe e rubrique o original também, há duas possibilidades:
    • se quiser que eu anexe cópias autenticadas à tradução e às cópias, precisa fornecê-las em quantidade suficiente; ou
    • se quiser que eu anexe cópias simples à tradução e às cópias, eu posso cuidar das cópias.

Observe que você tem o direito de não querer que eu carimbe o original, se ele não for anexo à tradução. Um caso típico seria o de diplomas, que carimbo no verso, mas só se você autorizar. Esse carimbo tem utilidade para traslados, como vou explicar em seguida.

Também convém dizer que não carimbo, por motivos óbvios, os documentos "de porte obrigatório", como RG, CPF, CNH, passaportes. Primeiro, em muitos deles não há lugar para carimbar. Mas o principal é que, como autoridades (por exemplo, Detran, Polícia Federal) podem ter retido esses documentos entre eu fazer a tradução e ela ser protocolada, portanto é normal exigirem a apresentação do original no ato da entrega da tradução, dependendo da finalidade. Por outro lado, também não carimbo documentos "dinâmicos" como uma Carteira de Vacinação, pois ela poderá ter recebido mais selinhos ou carimbos desde então.


6. E os traslados, como funcionam?

Antes de tudo, convém você saber que sou obrigado a manter arquivada uma cópia de cada tradução juramentada que faço.
Porém não fico com nada dos originais, nem arquivos escaneados.

Desta forma, se depois de eu lhe ter feito e entregue a tradução juramentada de algum documento, não importa quando, você me pedir um traslado, vou lhe entregar apenas uma tradução juramentada, exatamente igual (inclusive a data de emissão).

A anexação de uma cópia do original ficará por sua conta.

Se, quando fiz a tradução, eu tiver carimbado o original, você poderá tirar uma cópia autenticada (no Brasil ou mesmo no exterior) para anexar. Cabe observar que o meu carimbo identifica (Número, Livro, Página) a tradução. Se eu não tiver carimbado o original, não vou poder carimbá-lo (nem uma cópia dele) quando for fazer um traslado, pois não terei mais como saber se a tradução foi feita daquele mesmo documento.

De um modo geral, os documentos onde se exige que o original acompanhe a tradução juramentada são aqueles com prazo de validade limitado, por exemplo, procurações e atestados de antecedentes criminais.

Às vezes me perguntam se uma tradução juramentada tem prazo de validade. A resposta é não. O que pode ter prazo de validade é o documento original. Se tiver, e este caducar, a tradução juramentada caducará junto.


7. Alguma recomendação quanto a custos de traslado?

Sim. A lei que rege as traduções juramentadas é de 1943, portanto de várias décadas antes de surgirem copiadoras, computadores, impressoras etc. Provavelmente usavam copiadores de gelatina, e isso exigia datilografar novamente o texto num estêncil hectográfico para emitir traslados.

E a lei ficou inalterada, portanto cópias (encomendadas junto com a tradução) custam 20% do valor atualizado da tradução, e traslados (encomendados posteriormente) custam 50% do valor atualizado da tradução.

Fazendo as contas, se a tradução custa "100", apenas como referência, uma cópia adicional custa "20", e um traslado custa "50".
  • 1 tradução = 5 cópias = 2 traslados

Se um dia precisar de mais de dois traslados, se tiver o original, será mais viável pedir uma nova tradução e quantas cópias precisar.
Compare:
    • 3 traslados = 150  x  1 tradução nova + 2 cópias = 100 + [2 x 20] = 140
    • 5 traslados = 250  x  1 tradução nova + 4 cópias = 100 + [4 x 20] = 180


8. Qual é a melhor forma de solicitar um traslado?

A forma mais rápida é pedir pelo Número da tradução, que aparece na capa e no topo de todas as páginas.
Se puder indicar o Livro também, facilita um pouco.

A segunda melhor opção é a data (mesmo que aproximada) em que a tradução foi feita.
Se puder indicar também o nome da pessoa para quem foi emitido o recibo, também ajuda.


9. Há muito tempo, fiz uma tradução juramentada de um documento com outro tradutor juramentado. Tentei entrar em contato com ele para pedir um traslado, mas não consigo encontrá-lo.

Se ele continua em atividade no mesmo Estado, a Junta Comercial desse Estado poderá informar o endereço atual.

Se ele tiver mudado de Estado, ou deixado de atuar por qualquer motivo, os livros onde ele registrou suas traduções deverão estar em poder da Junta Comercial do Estado onde ele atuava na época.

Não sei como seria o acesso a esses livros, e nem se a Junta Comercial emitiria uma cópia certificada dessa tradução.

Posso estar errado, mas me parece que seria mais rápido solicitar uma nova tradução ao Tradutor Público e Intérprete Comercial mais próximo habilitado no idioma em questão. Para procurar, utilize os links clicando aqui.


Back to content